Mude seus hábitos, mude seu corpo, mude sua vida!


(17) 3301-4533

Siga-nos
Top

Blog

Bio Wellness Studio > Lifestyle  > DIA NACIONAL DE COMBATE AO COLESTEROL
sao-jose-do-rio-preto

DIA NACIONAL DE COMBATE AO COLESTEROL

Por Marla Bittar – Nutricionista

O colesterol é um tipo de gordura produzida pelo nosso organismo, principalmente no fígado, e também ingerida através da alimentação. É responsável por formar hormônios sexuais, sais biliares (responsáveis por facilitar a absorção do colesterol no organismo), vitamina D, desempenha importante papel nos tecidos nervosos, construção e manutenção das membranas celulares e também atua no metabolismo das vitaminas lipossolúveis (que são solúveis em gorduras): A, D, E e K.

Eles são movidos na corrente sanguínea por lipoproteínas: de baixa densidade (LDL – colesterol ruim – entram com facilidade no coração, nervos e medula, está diretamente relacionado a doenças cardíacas) e de alta densidade (HDL – colesterol bom – limpam e carregam o excesso de gordura das paredes das artérias, levando-as de volta ao fígado para serem metabolizadas).

Atividade física e alimentação saudável estão diretamente ligados aos níveis de colesterol no nosso organismo. Por exemplo, o colesterol HDL (bom) só é aumentado com a prática de atividade física.

Onde encontramos o colesterol alimentar: gorduras de origem animal, como gema do ovo, carne bovina, camarão, pele de aves, vísceras, leite e derivados, e alimentos com gorduras trans.

Mas a pergunta é: o colesterol entope as artérias e causa infarto? Vamos explicar isto direito: o que leva o colesterol a se depositar na parede das artérias e causar o infarto são rupturas nas próprias paredes das artérias, e o que causam essas rupturas? São os fatores de risco: obesidade, fumo, alcoolismo, pressão alta, ansiedade, estresse. 

Olhar apenas para o exame de colesterol e ver que ele está acima da referência citada pelo laboratório não nos diz muita coisa, até porque existem pessoas que produzem mais colesterol do que outras naturalmente.

Portanto, se não há fatores de risco, desses citados acima, não há porque se preocupar. Também não adianta tomar a medicação (estatinas) para reduzir o colesterol e não melhorar a alimentação e fazer atividade física, o problema deve ser tratado pela raiz.

O tipo de alimentação que eleva o colesterol sanguíneo é o excesso de carboidratos de má qualidade, como: açúcar, farinha de trigo refinada presente em pães, bolos, doces, roscas, tortas e produtos industrializados de uma maneira geral, não nos esquecendo dos falsos saudáveis: torrada integral, bolacha integral, salgadinhos integral, biscoito integral; Suplementos como: maltodextrina e dextrose; Uma alimentação muito baixa em carboidratos e com excesso de gorduras, mesmo que sejam as gorduras boas (lembrando que se você é uma pessoa saudável, com o conjunto: alimentação sem industrializados e atividade física, isso não é um problema).

O que auxilia na redução do colesterol são: as gorduras saudáveis, como ovo, castanhas, abacate, coco, azeite de oliva extravirgem, suplementação com cápsulas de ômega 3, aumento no consumo de fibras como legumes, verduras, frutas, semente de chia, linhaça, gergelim.

Para fechar o assunto então, alimentação saudável e balanceada juntamente com atividade física são os principais fatores para manter os níveis de colesterol adequados para cada indivíduo, sem causar maiores danos à saúde, como o infarto.

 

 

Share
No Comments
Add Comment
Name*
Email*
Website

Atendimento Via Whatsapp